Escolha uma Página

Apocalipse 2:4 – Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.

Escrevendo à sua igreja em Éfeso, Jesus reconheceu todo o dinamismo do comportamento religioso dos seus membros. Eram ativos, determinados, produtivos: “conheço as tuas obras”, Ele disse.

Os Efésios, porém, enveredaram pelo mesmo zelo ativista de Marta. Por isso, Jesus lamentou a postura da igreja, afirmando: “Tenho, porém, contra ti que deixaste teu primeiro amor” (Apocalipse 2:4).

A conduta extremamente serviçal da pessoa que ama tem a tendência de descuidar da coisa mais profunda, que é o sentimento do amor. O relacionamento emocional profundo e envolvente entre duas pessoas começa, primeiro, com o sentimento devotado e explícito do amor.

O primeiro amoré o selo identificador de um relacionamento. Ele é o fruto de uma tomada de decisão, de uma entrega pessoal, de um envolvimento existencial. Um primeiro amor deve ser apoiado por um comportamento dedicado e carinhoso. Mas seu grande alimento é a lembrança constante do sentimento primeiro, que deu início ao relacionamento. “Lembra-te”, recomendou Jesus. Não há boas obras que substituam o primeiro amor.

 Pr. Olavo Feijó – AMOR EM CRISTO